noticia_09052014115802

Quem comprou um imóvel novo deve tomar uma série de cuidados antes de se mudar. Além de observar detalhes da construção, como o acabamento, a pintura e o piso, é importante também ficar atento à documentação. E um dos pontos fundamentais dessa área é o Habite-se, um documento expedido pela prefeitura que garante as condições do empreendimento para receber moradores. Essa certificação comprova que todos os ítens previstos no projeto foram cumpridos e isso acaba facilitando, por exemplo, o financiamento do imóvel.

O Habite-se deve ser emitido tanto para prédios recém-construídos, como para aqueles que passaram por grandes reformas, já que sua função é atestar que o local pode ser ocupado. Um imóvel sem essa liberação perde valor no mercado, não pode ser registrado no Registro Geral de Imóveis e nem ser financiado em bancos. Além disso, se a pessoa se mudar para um apartamento sem Habite-se, estará sujeita à multa, devido ao fato do documento não ter sido liberado.

A solicitação do Habite-se deve ser feita logo após a obra e, se não houver divergências entre o projeto e a obra, ele é expedido em poucos dias. Foi o que aconteceu com a Torre Rio Juruá, do Residencial Reserva do Amazônia. Quatro dias após a entrega do empreendimento, a Prefeitura de Goiânia expediu a liberação. Agora, os moradores têm mais uma garantia da qualidade do Grupo Engeseg, que entregou a obra com oito meses de antecedência e cumpriu todo o projeto

.